Movie Review - Love, Simon

Pela primeira vez no blog, trago-vos uma opinião sobre um filme adaptado de um livro.

Todos nós sabemos que o livro é, regra geral, melhor que o filme. Terei achado o mesmo em relação a Simon vs. The Homo Sapiens Agenda?


Título: Love, Simon / Com Amor, Simon
Realização: Greg Berlanti
Argumento: Isaac Aptaker, Elizabeth Berger
Elenco: Nick Robinson, Katherine Langford, Alexandra Shipp, Josh Duhamel, Jennifer Garner
Género: Comédia, Drama, Romance
Duração: 109 minutos


É um dos filmes menos parecido ao livro que já vi. Ao mesmo tempo, e por mais incrível que pareça, é uma das melhores adaptações de livro para filme que já vi também.


Com um elenco que conta com actores da série 13 Reasons Why e dos filmes Everything, Everything, Before I Fall e Divergent, Love, Simon é um filme simples mas muito bem realizado e adaptado. Depois de êxitos como Brokeback Mountain (2005), Moonlight (2016) ou Call Me By Your Name (2017), que abordam a temática da homossexualidade com alguma seriedade, Love, Simon é uma verdadeira lufada de ar fresco, repleto de comédia e momentos descontraídos. Porque a vida é mesmo assim e, felizmente, existem pessoas para todos os gostos. Tão natural como ser gordo ou magro, alto ou baixo, é ser-se hetero ou homossexual. É isso que, tanto o livro de Becky Albertalli, como o filme de Greg Berlanti nos pretendem transmitir.


“Why is straight the default? Everyone should have to declare one way or another, and it shouldn't be this big awkward thing whether you're straight, gay, bi, or whatever. I'm just saying.” 


Quando temos um filme ou um livro que trata esta temática com tal leviandade - principalmente com um protagonista teen -, só podemos esperar que o mundo, finalmente, esteja a evoluir, e que as mentalidades evoluam também. As políticas de tolerância zero em relação ao bullying (e também em relação a outras questões) deviam ser uma realidade em todo o mundo, e não uma excepção. Se os miúdos não tiverem medo de se afirmar perante a sociedade e perante os pais, serão adultos mais realizados e felizes. Serão eles próprios.


As diferenças em relação ao livro são incontáveis: desde pormenores como a cor de cabelo de Simon até ao facto de terem sido omitidos alguns personagens e adicionados outros, que não existem no livro. Além do fio condutor central e dos nomes do personagens principais, pouco existe em comum entre o filme e o livro. Algumas questões que possam parecer um bocadinho mal resolvidas àqueles que só viram o filme, estão mais bem explicadas no livro.
E isso é importante ou faz com que o livro seja melhor que o filme? Não. A adaptação para cinema está extremamente bem feita e permanece carregada de referências musicais e literárias, tal como o livro.
Claro que, para quem leu o livro antes de ver o filme, há sempre um pormenor ou outro que, inevitavelmente, achamos que podia ser mais semelhante ao livro.

Tal como o livro, este filme é obrigatório para toda a gente. Uma abordagem simples, leve e inteligente. Uma comédia romântica digna do século XXI, tão doce como um pacote de Oreos.



“White shouldn't be the default any more than straight should be the default. There shouldn't even be a default.”



Classificação: 7/10


Leram o livro ou viram o filme? Partilhem as vossas opiniões nos comentários!



Comentários

  1. Ando mega distraída/distante da TV... Mas este trailer deu-me mesmo vontade de ver o filme e quiçá, depois, ler o livro!
    Desde miúda que sempre achei a homosexualidade super natural, mesmo num meio que tanta troça faziam disso. E isso sim, sempre me incomodou. O à vontade com que as pessoas fazem troça de outra, apenas por ter uma biologia diferente, ou o julgamento fácil e depreciativo de uma outra pessoa é que sempre me causou uma grande estranheza e até repulsa!...
    Ainda temos um bom caminho a percorrer para que certas "graçolas" passem definitivamente de "moda" mas, felizmente, também já percorremos um bom caminho nesse sentido.

    Beijinhos
    nohabitatdeumaintrovertida.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que vale a pena! :P São 2h bem passadas, com algumas gargalhadas.
      A mentalidade dos portugueses em geral é absolutamente conservadora e, por vezes, bastante mesquinha. Acho que ainda devemos ter duas ou três gerações pela frente até acabar com alguns preconceitos que estão demasiado enraizados no nosso ADN. Infelizmente. É na nossa geração que poderá nascer alguma esperança em contrariar estas "modas" :)

      Beijinho ^^

      Eliminar
  2. Gostei da comparaçao a um pacote de oreos. É a motivação de que estava a precisar para ver o filme :D beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, que bom! :P Em vez de pipocas, experimenta ver com um pacote de Oreos ao lado (só um, com 4 bolachinhas... não queremos ninguém com sugar rush xD).

      Beijinho :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares