Dramas de uma Leitora Adulta

Todos nós, leitores, de uma forma ou de outra, acabamos por ter situações que limitam o tempo que gostaríamos de dedicar à leitura. Trabalhar, cozinhar, limpar, tratar do cão, cuidar dos filhos, etc., etc.... São tudo dramas que fazem, inevitavelmente, parte da vida de uma pessoa adulta, a menos que se nasça com «o rabo virado para a lua».

Chega a uma altura da nossa vida em que olhamos para trás e cobiçamos aqueles três meses de férias sem nada para fazer, comuns quando somos teens, e que desperdiçamos com coisas que hoje, se calhar, achamos supérfluas. Pessoalmente, hoje «choro» porque não tenho esse tempo... Enfim, são dramas difíceis de ultrapassar.

Com outros hobbies à mistura, a par das necessárias tarefas domésticas, resta muito pouco tempo no meu dia-a-dia para ler.
Não tenho rotinas de leitura exageradamente definidas. Aliás, o tempo que dedico à leitura depende sempre das minhas rotinas diárias que, ultimamente, variam consoante tenho trabalho ou não. Quando tenho trabalho, aproveito para ler nos transportes (quando se aplica); leio quando chego a casa, caso tenha tempo; leio religiosamente antes de dormir, seja em que condição for.
Neste momento, tenho que usar veículo próprio para me deslocar para o trabalho e, portanto, não consigo ler no caminho, obviamente. No entanto, uma boa alternativa, seria «ler» audiobooks. Enfim, o meu telefone não colabora comigo, portanto... por enquanto, os audiobooks estão fora da maravilhosa equação.

Ora, isto tudo junto, acaba por limitar o número de livros que leio por mês e, muitas vezes, a minha disposição para ler. Sim, as pessoas que adoram ler também podem não ter paciência ou estar demasiado cansadas para ler... Mas as pessoas que adoram ler também podem estar com ânsia de ler um livro até ao fim e não ter tempo para tal, por ter demasiado que fazer nas suas vidas adultas. É um drama!

Mas ser adulto é inevitável e, tal como existem coisas com as quais temos que aprender a lidar e saber gerir da melhor forma, também existem coisas boas. É necessário procurar o equilíbrio e conseguir ultrapassar estas tragédias horrorosas.

Gostava muito de saber de que forma vocês ultrapassam os vossos dramas de leitores e gerem o vosso dia-a-dia e fim de semana de maneira a conjugar os vossos interesses e obrigações. Por isso, por favor, sintam-se à vontade para partilhar dramas! :D

Comentários

  1. Uma grande verdade. Eu gosto muito de ler mas vou para casa tão cansado do trabalho que depois não tenho paciência para ler.

    Cumprimentos Os Piruças
    www.os-pirucas.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto, depois de um dia de trabalho "daqueles", muitas vezes é difícil apetecer-nos fazer o que quer que seja... Mas, se por um lado queremos descansar a cabeça e a última coisa que nos parece desanuviá-la é ler, por outro lado, ler faz com que a nossa mente desligue dos problemas do trabalho e de tudo o que nos cansou naquele dia. Os dramas continuam... :)

      Eliminar
  2. ahahahah como te percebo... quando estive a ler The Covenant como estava tão colada, não dormia, não comia e só não levava o kindle para o trabalho porque porque! ahahahah Maldita vida adulta xD

    Beijinhos,
    O meu reino da noite
    facebook | instagram | bloglovin

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha. Aconteceu-me o mesmo com o Hunger Games, pois claro :P
      Opá, é uma chatice esta vida xD

      Beijinhos ^^

      Eliminar
  3. So many books... So little time! O meu maior drama é ter tantos livros maravilhosos para ler e não ter tempo... Eu confesso que não sou boa a gerir tempo. Porque eu não sou uma pessoa metódica. Eu sou muito go with the flow! E no final do fim-de-semana acabo por perceber que não fui tão produtiva como queria... Não sei que raio, mas penso fazer muitas coisas e depois não faço metade! A melhor técnica de hábitos de leitura que adquiri foi ler sempre um bocadinho antes de dormir. Para quem não tem tempo, mas gosta, é A MANEIRA de o conseguir fazer. Durante algum tempo estive a ler uns quantos livros ao mesmo tempo e percebi que é completamente errado! Agora valorizo com paixão um de cada vez (ainda me sinto tentada, mas já me consigo controlar). Também podia falar no "drama" da minha wish list que tem mais de 50 livros, mas que eu nem tenho espaço sequer já para sorrateiramente os meter entre os que já tenho... Para isso ainda não arranjei solução, e ainda bem, que é para eu não gastar dinheiro!!! Mas o meu maior DRAMA é não conseguir um livro que eu quero MUITO!!!!!!!!!!!!!!!!! O Colete de Forças de Jack London - Edição de 1971. Já encontrei duas pessoas que o têm via net, mas não querem vender (e eu também não posso pagar uma fortuna por ele). Eu sei que existe à venda o Star Rover, mas a edição em português é-me muito especial... Li-o quando era adolescente no Secundário e esse livro teve um impacto enorme em mim... Tanto que o meu coração não o queria devolver, mas a minha mente responsável claro que o devolveu à Biblioteca da Escola. Lol. Esse é o drama literário que está mais difícil de resolver na minha vida! xD

    Beijinho

    https://nohabitatdeumaintrovertida.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. First things first: demasiados livros e pouco tempo é o drama comum a todos os amantes de livros! Devíamos ter uma espécie de grupo de apoio para superar esse problema todos juntos :P
      Sandra, acredita que não creio ser uma questão de gestão... já tentei todas as formas possíveis e imaginárias de gerir o tempo e, no fim, metade do meu fim-de-semana acaba por ser deitado ao lixo. É um estigma da "adultês", não há volta a dar! Ou, pelo menos, ao que prefiro acreditar nisso xD
      Gosto muito de ler antes de dormir, aliás, tenho que ler sempre antes de dormir, nem que seja uma linha! Mas nos últimos tempos estou tão cansada que acabo a ler só com um olho aberto ou, quando consigo ler com os dois, muitas vezes não me lembro de nada do que li e no dia a seguir tenho que repetir a leitura de uma página completa!
      Oh, o drama da wishlist!!! A minha, só em inglês, tem cerca de 300. Percebo o teu drama! O maior drama da wishlist é o dinheiro, right? O resto resolve-se! Nem que se empilhem na casota do cão xD
      Bem, isso é O drama! Quando estive em S. Miguel sinceramente não reparei na existência de nenhum alfarrabista. Existirá, perto de ti? É sempre uma opção a explorar, eles conseguem ter as coisas mais refundidas de todos os tempos.
      Concluindo, estás bem com a tua consciência mas mal com a tua prateleira :P

      Um beijinho ^^

      Eliminar
    2. Aqui, Alfarrabista não há... Tragédia das tragédias... Mas ainda não perdi a esperança! Se algum dia o agarro... Meto logo uma selfie com ele lá no Habitat! Ah, ah, ah!!!

      Beijinhos

      Eliminar
    3. O drama!!!! Ahahaha, nunca mais o largas :P

      Beijinhos :)

      Eliminar
    4. Deparo-me com esse drama também. Noto que depois de ter a minha própria casa o tempo para ler diminuiu. Não tenho hábitos de leitura definidos tal como tu não tens. Leio quando me apetece. O problema é que me apetece quase sempre! Se gostar muito do livro arranjo sempre forma de o ler e descobri que adoro ler pela manhã.

      Eliminar
    5. Sem dúvida que há coisas que fazem parte da "adultês" que nos roubam tempo para fazer coisas que gostamos. Temos que descobrir novas formas de as fazermos, o que nem sempre é fácil. Pelos vistos fizeste um óptimo trabalho de auto-descoberta com essa mudança, que te pode permitir continuar a fazer as coisas que gostas enquanto vives a tua vida de adulta. Bravo! :)

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares