A maior livraria do mundo

"A internet tornou-se a maior biblioteca e livraria do mundo"* mas são os livros que contêm o conhecimento.

E nós devemos ter o conhecimento dos livros também. Nenhum de nós (assim espero) gosta de ser a pessoa que vai à livraria e diz que quer o livro azul com letras amarelas. Meus amigos, não se riam, pois isto acontece mais comummente do que se calhar pensamos. Eu, nos meus anos de experiência como livreira, apanhei umas quantas destas.
O problema começa quando, hoje em dia, não existem livreiros, mas sim pessoas que são contratadas para vender livros e que não fazem sequer ideia de que, por exemplo, o Nicholas Sparks era editado pela Editorial Presença e que, hoje em dia, os mesmos livros estão a ser reeditados pelas Edições Asa.
Não raras vezes se vê, mesmo na Feira do Livro de Lisboa, os mesmos vendedores de livros a ir procurar semelhantes questões ao tão-sabedor computador.

Para aqueles que (ainda) não me conhecem, esta é uma das minhas (muitas) peculiaridades... O saber que editoras têm os autores e em que editoras os mesmos já estiveram; que distribuidoras de livros têm as diferentes editoras; até saber de cor um ou outro preço de venda ao público de livros. O saber, graças ao todo-poderoso computador e a várias listas consultadas há tempos atrás e à existência de um exemplar de um dos seus livros na minha humilde biblioteca, quem é o Kazuo Ishiguro e porque é que o sr. ganhou o Nobel da Literatura este ano :D entre muitas outras coisas (in)úteis que às vezes servem para auxiliar alguém em apuros.

Mas para mim, que adoro livros e que trabalho ou trabalhei tão próxima deles é muito triste ver o flagelo em que vivemos nos dias de hoje. Sei que há pessoas que partilham a minha "dor". Por isso meus caros amigos, usem as ferramentas ao vosso dispôr e façam pesquisas exaustivas nos sites de compra de livros e/ou editoras antes de se precipitarem para as livrarias. Conhecimento gera conhecimento. Se calhar não sofrem da mesma doença que eu mas façam o exercício de pensar se de facto precisam do livro para ontem ou se têm outro que possam ler e optem por comprar na Hora H (esse bicho que, felizmente, já está a deixar de ser tão estranho!) da Feira do Livro de Lisboa (infelizmente nunca tive oportunidade de ir à do Porto, pelo que, por favor, alguém nos elucide como funciona), sempre a preços mais apelativos, desde que o livro tenha mais de 18 meses de edição.

Queiram ser conhecedores e interessados. Estou cá para ajudar :)


*in Afonso, Carolina; Alvarez, Sandra; Ser Blogger, Como Criar, Comunicar e Rentabilizar Um Blog; Marcador Editora, 1ª ed., Abril 2017


Comentários

  1. Alô! Exigente =P Gostei muito deste post, a escrita está muito fixe ;) E quando preciso de ajuda consulto a minha biblioteca/livraria ambulante =P Tu! ** Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Ahah :) sempre por perto para auxiliar <3 Obrigada, mil vezes obrigada pelo teu apoio e pelas tuas palavras :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares