Book + Movie Review - The Hate U Give

Título: The Hate U Give / O Ódio Que Semeias
Autora: Angie Thomas
Editora: Presença
Ano: 2017
Páginas: 352

Título: The Hate U Give
RealizaçãoGeorge Tillman Jr.
Argumento: Audrey Wells, Angie Thomas
ElencoAmandla Stenberg, Regina Hall, Russell Hornsby, K.J. Apa
Género: Crime, Drama
Duração: 2h13



Starr tem 16 anos e move-se entre dois mundos: o seu bairro periférico e problemático, habitado por negros como ela, e a escola que frequenta numa elegante zona residencial de brancos. 

O frágil equilíbrio entre estas duas realidades é quebrado quando Starr se torna a única testemunha do disparo fatal de um polícia contra Khalil, o seu melhor amigo. 

A partir daí, pairam sobre Starr ameaças de morte: tudo o que ela disser acerca do crime que presenciou pode ser usado a seu favor por uns, mas sobretudo como arma por outros. 

Um poderoso romance juvenil, inspirado pelo movimento Black Lives Matter e pela luta contra a discriminação e a violência.



Para contrariar algumas mentalidades mais fechadas, a literatura YA manifesta-se cada vez mais como um veículo de transmissão de mensagens e de conteúdo diversificado e de enorme importância para o mundo actual. É, cada vez mais, um meio de crítica social e uma forma de manifesto, passível de ser compreendido por uma faixa etária extremamente abrangente.
Neste livro, em que vamos ao fundo de uma questão importantíssima, especialmente quando olhamos para a actualidade e para a história e evolução dos Estados Unidos (e não só), acompanhamos a luta de uma menina de 16 anos pela responsabilização e contra a discriminação, após testemunhar a morte de um dos seus amigos, vítima de abuso policial.
The Hate U Give não é um livro fácil, e muito menos se trata de um romance. É um livro poderoso, que nos faz reflectir e questionar se estamos no bom caminho enquanto seres humanos e se estamos a agir de forma correcta para evitar o que tanto tememos.
As personagens são fortes, com personalidade e determinação, mas não são exactamente o que mais importa nesta história. O que, de facto importa, é, sem dúvida, a mensagem, que dá o nome e ao livro e que se baseia no acrónimo popularizado pelo rapper Tupac - THUG LIFE.


«The Hate U Give Little Infants Fucks Everyone»

THUG não é um livro com um passo rápido, nem se pretende que seja. É o tipo de livro que merece ser devidamente digerido e que merece a reflexão a que cada palavra, cada parágrafo nos convida.
O Ódio Que Semeias é uma obra de ficção, mas poderá ser a história de muitas Starrs por este mundo fora...

A adaptação está extremamente bem feita e poderá até transmitir algumas emoções que não são tão palpáveis quando estamos a ler o livro. Não existem diferenças muito significativas comparativamente ao livro, muito embora a relação familiar seja mais relevante e intensa no livro do que no filme.
Claro que o impacto das palavras é sempre maior e ler o livro proporciona mais tempo de reflexão do que cerca de 2h de filme. Mas, caso não sejam pessoas dadas à leitura, ou achem que este tema não é para vocês, dêem uma oportunidade ao filme e à vossa mentalidade para se abrir a questões como esta.
Destaco a actuação de Amandla Stenberg no papel de Starr. A actriz, conhecida por interpretar o papel de Rue no Hunger Games, tem estado em grande destaque como personagem principal de várias adaptações de livros YA (Everything, Everything e Darkest Minds). Contamos ainda com a presença do actor que interpreta Archie na série Riverdale, aqui no papel de Chris.

O bom e o mau existem em todo o lado e está presente em todas as coisas da nossa vida. Não se deixem NUNCA levar por preconceitos e, muitos menos, transmitam a ideia de que existem formas distintas de tratamento às pessoas.
Um dos livros mais importantes da actualidade, recomendo The Hate U a todas as pessoas, de todas as idades.



Classificação no Goodreads: ✰✰✰✰
Classificação do filme: 7/10


Leram o livro ou viram o filme? Partilhem as vossas opiniões nos comentários!


Comentários

  1. Fiquei com muita vontade de ler o livro. Obrigada pela partilha! Cumprimentos, Os Piruças

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vale muito a pena! Denso mas tão importante. É bom lermos sobre realidades a que não estamos habituados ou que não nos são transmitidas de ânimo leve nas notícias.
      Obrigada pela passagem :D

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares