Books I Need to Read ASAP

Após uns dias de afastamento forçado (e inesperado) do blog, venho partilhar convosco os livros que (utopicamente) gostava de ler ainda este ano. Caso não consiga (como é óbvio, não vai dar!), são livros que pretendo ler logo no início do ano, caso a vontade se mantenha.

Antes de passarmos aos livros, apenas um pequeno update: tentámos ir à conferência «O Que Vamos Ler em 2019? As Receitas dos Tradutores», que teve lugar no Museu da Farmácia no dia 22 de Novembro. No ano passado fomos e gostei bastante. Este ano, gostava de ter conseguido voltar a estar presente mas, após uma grande luta para entrar em Lisboa de carro e outra igual para estacionar em lugares pagos até à 1h da manhã, sem sucesso, desistimos. Com muita pena minha, não pude ir à conferência e aprendi que hoje em dia não se pode ir a Lisboa de carro. Aprendi a lição da forma mais dura mas não se irá repetir. Para quem vive fora da capital e nos quer vir visitar, fica também o pequeno alerta. Circular de carro em Lisboa é tarefa impossível.

Posto isto, estes são os livros que quero ler ASAP!



Shadowhunters Series (Editorial Planeta) - Li o primeiro livro este ano e gostei bastante. Não achei que fosse extraordinário, mas fiquei com vontade de explorar mais este mundo e conhecer melhor os personagens. Acompanhar a evolução da escrita de Cassandra Clare também é um bom estímulo para a leitura desta saga.



Children of Blood and Bone (Filhos de Sangue e Osso, Planeta) - Este livro, recentemente editado em Portugal pela Editorial Planeta, dispensa apresentações. Comparado a Black Panther, da Marvel, explora um mundo completamente novo e apresenta culturas muitos diferentes daquelas a que estamos acostumados.



Scythe - Scythe chegou-me cá a casa na mesma encomenda que Children of Blood and Bone, algures no início do ano. É uma vergonha ainda não ter pegado em nenhum deles.
Se tivermos em conta a minha adoração por mundos distópicos e pós-apocalípticos, ainda é mais vergonhoso não ter lido este livro até agora.
Algures no próximo ano, a Saída de Emergência irá editar Neal Shusterman. Infelizmente irão pegar no mais recente livro do autor - Dry - escrito em co-autoria com o filho, e que não tem recebido as melhores críticas, e não nesta trilogia, que é adorada por todos os fãs do género...



Anna Dressed in Blood - Este livro era para ter sido lido no Halloween. Pois bem, não aconteceu. Sabem aquele exercício de ler um capítulo de cada livro que nos apetece ler para ver qual é que nos agarra mais na altura? Experimentei com este livro e mais uns quantos... Não foi o feliz contemplado mas estou ansiosa por lê-lo, de qualquer forma.



Prodigy/Champion - Há uns tempos atrás falei sobre releituras. Nesse post, disse que tinha que reler Legend, de Marie Lu, para poder ler o segundo e terceiro volumes da trilogia (soube-se há pouco que irá ser lançado mais um livro deste mundo, que tem lugar antes dos acontecimentos de Legend). Nada disso aconteceu ainda. Este é o resultado do problema de termos que aguardar imenso tempo pelas traduções em Portugal - quando damos conta, nem sequer vão existir e já nos esquecemos do que lemos para trás.



DC Icons (Topseller) - Lá está, a utopia a falar mais alto. Tenho os três cá em casa à espera de serem lidos. Adoro a Wonder Woman e tinha imensa vontade de o ler quando saiu. Quando tive o livro, estava a ler outra coisa qualquer e foi ficando para trás. Agora, tem companhia na estante, enquanto aguarda para ser lido. Gostava muito de ler estes três de seguida, mas parece-me que devem ficar para o início do ano...


Caraval (Editorial Presença)- Por esta altura já tenho cá em casa as edições inglesa e portuguesa... Mais depressa, ou mais devagar, ele há-de ser lido. As opiniões sobre este livro são mistas e acho que é o que tem vindo a atrasar a leitura.



One Dark Throne - Como já todos devem saber, ADOREI o primeiro livro. Quero imenso ler o segundo e estou completamente ansiosa. Espero sinceramente que a Porto Editora não deixe a tradução a meio e que nos contemple com o segundo volume em breve.



The Bone Season (A Estação dos Ossos, Gailivro) - Mais um caso de espera pela tradução dos volumes seguintes. Por esta altura, já estou mais que mentalizada que não vai acontecer. Portanto, é ler e comprar os restantes em inglês. Não vale a pena esperar mais. A Estação dos Ossos faz parte dos meus planos de leitura para este ano desde o ano passado e cá permanece, estóico.



Wool (O Silo, Presença)- O Silo está exactamente na mesma situação que A Estação dos Ossos. Vezes que lhe peguei este ano para começar a ler? Três. Páginas lidas? As suficientes para experimentar um capítulo e abandonar de seguida. Não que não me pareça interessante. Mas não era aquilo que me apetecia ler.



Nevermoor (Editora Nuvem de Letras) - Outro livro que foi alvo do teste do capítulo, muito recentemente. As críticas a este livro são espectaculares, toda a gente o adora. O início pareceu-me forte mas o d'As Flores Perdidas de Alice Hart (sim, não têm rigorosamente nada a ver um com o outro) cativou-me mais e cá permaneceu em stand-by.



V. E. Schwab (Editora Minotauro) - Por esta altura, já é qualquer um. O importante é começar a ler uma das autoras mais adoradas da actualidade.



Daughter of Smoke and Bone Trilogy (Trilogia Entre Mundos, Porto Editora) - Li o primeiro (Quimera de Praga) e gostei bastante. No entanto, na altura, não me cativou o suficiente para terminar a trilogia. De qualquer forma, era também um dos objectivos de leitura deste ano e continuar a ser, apesar de pouco concretizável.



Red Rising (Alvorada Vermelha, Presença) - Este livro nunca me suscitou grande curiosidade e, durante muito tempo, não fez parte da minha wishlist, nem das minhas intenções de leitura. Mas, após ter lido mais algumas críticas e ter visto algumas reviews, parece-me uma leitura obrigatória para mim.



A Simple Favor (Um Pequeno Favor, Bertrand) - Este livro está arrumado na prateleira há uns aninhos. A adaptação ao cinema, com Anna Kendrick e Blake Lively despertou a minha curiosidade para o ler, de preferência antes de ver o filme.



Lifel1k3 - Depois de ter lido a trilogia Illuminae Files, estou disposta a ler tudo de Jay Kristoff e Amie Kaufman. A premissa deste livro deixou-me curiosa desde o início e continuo cheia de vontade de o ler o mais rapidamente possível.



E vocês? Têm planos de leitura até ao final do ano? Já estão a planear as leituras para o próximo? Contem-nos tudo!

Comentários

Mensagens populares