Book + TV Show Review - Sharp Objects

Título: Sharp Objects / Objectos Cortantes
Autora: Gillian Flynn
Editora: Bertrand
Ano: 2015
Páginas: 320



Recém-chegada de um internamento breve num hospital psiquiátrico, Camille Preaker tem um trabalho difícil entre mãos. O jornal onde trabalha envia-a para a cidade onde foi criada com o intuito de fazer a cobertura de um caso de homicídio de duas raparigas.
Há anos que Camille mal fala com a mãe, um mulher neurótica e hipocondríaca, e quase nem conhece a meia-irmã, uma bela rapariga de treze anos que exerce um estranho fascínio sobre a cidade.
Agora, instalada no seu antigo quarto na mansão vitoriana da família, Camille dá por si a identificar-se com as vítimas. As suas pistas não a conduzem a lado algum e Camille vê-se obrigada a desvendar o quebra-cabeças psicológico do seu passado para chegar ao cerne da história. Acossada pelos seus próprios fantasmas, terá de confrontar o que lhe aconteceu anos antes se quiser sobreviver a este regresso a casa.



Ora bem... li este livro na velhinha edição da extinta editora Gótica, algures no início de 2016. Era o livro de Gillian Flynn que me suscitava maior curiosidade. No entanto, foi o que menos gostei.
Depois de ler Em Parte Incerta, que me deixou de queixo caído e agarrada às páginas que nem uma maluquinha (para depois detestar o final!), quis ler tudo o que a autora tem para nos oferecer e continuei, precisamente com este livro.
Foi, de certa forma, decepcionante. A meio do livro (se não menos) já tinha percebido onde é que íamos parar. A única coisa que não percebi, confesso, foi a questão relacionada com os dentes. Para mim, é a cena mais macabra do livro e, se olharmos para trás e tivermos em conta toda a insanidade que pontua esta história, makes perfect sense!
Tanto o livro como a série, na minha opinião, são isso mesmo: um turbilhão de insanidade, distribuída equitativamente pelas três personagens principais do enredo e polvilhada pelos restantes personagens com que lidamos.
De facto, é de louvar que este livro lide de forma tão nua e crua com a doença mental. Mas, do que me lembro, e pelo que me foi trazido de volta pela série, é só isso.
Tanto num formato, como no outro, não me consegui identificar, nem criar laços com os personagens. Aliás, a maior parte deles são extremamente odiáveis. A forma como lidam com as situações e como agem, dentro das relações, consegue ser ainda mais irritante na série do que no livro.
O livro é relativamente pequeno e lê-se rápido. A série tem um passo extremamente lento. Por ser uma série com apenas uma temporada, todos os pormenores do livro (e mais alguns) foram inseridos. Portanto, temos uma narrativa extremamente densa e lenta em cerca de 90% da série. No entanto, senti que os dois últimos episódios passaram a correr e foram despachados a grande velocidade.
O final é diferente e, na série, está delineado para que haja uma segunda temporada. Confesso que prefiro o fim do livro, acho que faz MUITO mais sentido do que o final da série, que me conseguiu irritar ainda mais do que toda a série já irritava.
O que move a série e consegue, de alguma forma, prender o espectador ao ecrã é a existência de um assassino à solta e o facto de querermos descobrir quem é. De outra forma, a série poderia ser bastante maçadora e desinteressante.
Numa busca pela minha leitura do livro no Goodreads, percebi que tinha dado 4 estrelas. Neste momento, acredito que o que fez a Joana de há quase três anos atrás dar tal pontuação ao livro foi o facto de não estar à espera da tal cena macabra. Olhando para dentro do meu ser, sei perfeitamente que seria um ponto chave para me poder entusiasmar mais na leitura do livro. No entanto, hoje, vendo friamente, com o conhecimento de que gostei bastante mais do Gone Girl, e cerca de dois meses depois de ter visto a série, sei que daria 3 estrelas. A série, tendo em conta que já conhecia a história e não tinha aquela grande motivação de encontrar o assassino (muito embora, tivesse sempre em mente que o poderiam alterar), para mim, é um 6. Valeu a pena, mas não é uma favorita, nem tenho enorme curiosidade caso venha de facto a existir uma segunda temporada.




O livro tem algumas opiniões mistas, portanto recomendo a quem gostou de algum dos outros livros da autora. Poderá passar a ser um preferido... ou não. Poderá valer a pena dar uma oportunidade à série, caso não se importem de acompanhar séries com um desenvolvimento lento.


Classificação no Goodreads: ✰✰✰✰
Classificação da série: 6/10





Leram o livro ou viram a série? Partilhem as vossas opiniões nos comentários!



Comentários

  1. Por acaso tem havido grande hype com esse livro... tenho sempre receio de ler livros assim. A expectativa é muita...


    Beijinhos,
    O meu reino da noite
    facebook | instagram | bloglovin

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah, é muita pressão xD
      Compreendo-te. Também fico sempre de pé atrás a pensar que poderá ser dinheiro mal gasto. Olha, paciência... ao menos tenta-se xD

      Beijinhos ^^

      Eliminar
  2. Estava a pensar ler o livro antes de ver a série mas acho que vou ver primeiro a série e então se gostar invisto no livro. Obrigada pelo teu post, foi muito elucidativo :)

    Beijinhos, Brenda
    http://momentosdeataraxia.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh, ainda bem. Obrigada :)
      Sim, é uma boa adaptação. Em relação ao fim, poderás sempre dar uma espreitadela ao último capítulo num exemplar de biblioteca ou numa livraria, caso te suscite curiosidade :)

      Um beijinho e obrigada ^^

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Poderá não ser fácil entrar na história, mas merece uma oportunidade :)

      Eliminar
  4. Amo Sharp Objects, acho que é uma serie super boa. Eu também gosto das series hbo, e uma da minhas favoritas é Ballers. Sem dúvida, é uma das melhores series de drama dos nossos tempos. Agora, com esta última temporada estou além animada, e eu quero para ser lançado o novo capítulo. Acho que a trama é muito boa, é uma das minhas series preferidas. Recomendo. Para uma tarde de lazer é uma boa opção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neste momento tenho acompanhado essencialmente séries da Netflix. Da HBO acho que não conheço mesmo nenhuma... Mas vou dar uma olhada para quando terminar as que estou a seguir :D Obrigada pela recomendação.

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares