Recomendações | Um Livro Para Cada Estação do Ano - Primavera

Ontem começou a Primavera (e as alergias, yey!) e, por isso, decidi trazer-vos já as recomendações de livros que têm lugar nesta estação do ano.
À semelhança das recomendações para o Inverno, que partilhei convosco no mês passado, estas recomendações surgem no âmbito do Desafio Literário deste ano. Caso não estejam a participar, podem começar a qualquer momento, já que o desafio irá decorrer durante o ano inteiro. Podem juntar-se ao grupo de Facebook aqui e ficar a par do que todos os participantes estão a ler, assim como de outras questões que ali são partilhadas.
Mais uma vez, para quem não está a participar no Desafio (embora devessem...), ficam apenas algumas sugestões de leitura, dentro de alguns géneros distintos.
Confesso que juntar livros para este post não foi tarefa fácil. Das duas, uma. Ou não há muitos livros que decorram na Primavera (dificilmente) ou os autores escondem muito bem escondido quando um livro se passa na Primavera (most likely). Por isso, se houver algum livro que tenham lido que se passe nesta estação, que achem digno de nota, por favor, ajudem a estender a lista, que ficou mais curta que o desejado.

Deixo também aqui o aviso que não li todos os estes livros e, mesmo aqueles que li, podem não referir especificamente a Primavera, mas existem certos aspectos que levam a crer que a narrativa decorre nesta estação do ano. Caso tenham lido algum dos livros e saibam que não é bem assim, peço-vos que deixem o vosso comentário para nos elucidar a todos.


Grandes clássicos da literatura


Georges Duroy, de alcunha Bel-Ami, é um homem jovem e de belo físico. Um encontro ocasional mostra-lhe o caminho da ascensão social. Apesar da sua vulgaridade e ignorância, consegue integrar a alta sociedade apoiando-se nas amantes e no jornalismo.
Bel-Ami foi adaptado ao cinema em 2011.

Em Middlemarch, George Eliot aborda todos os temas fulcrais da vida moderna: arte, religião, ciência, política, comportamentos, sociedade e relações humanas.


Clássicos infantis & YA


Alice no País das Maravilhas é provavelmente o livro de fantasias mais famoso de todos os tempos. Nas aventuras da pequena Alice, tudo é possível, tudo é maravilhoso.

Tom Sawyer, o rapazinho travesso criado por Mark Twain, tem marcado o imaginário infantil dos últimos 150 anos. Rebelde mas de bom coração, Tom é o pesadelo da sua tia Polly, com quem vive. 

As Aventuras de Huckleberry Finn pode ser interpretado como uma simples história sobre as aventuras de um rapaz no Vale do Mississípi durante a segunda metade do século XIX. Mas a diversidade da experiência humana e as situações humorísticas e dilacerantes por que Huck passa, fazem dele uma obra ímpar.

O Jardim Secreto conta a história de Mary Lennox, uma criança solitária e indesejada, que chega da Índia para viver com o tio em Yorkshire. Entregue a si própria, pouco tem com que se entreter e começa a explorar a casa enorme e sombria, até que numa bonita manhã de sol se depara com um jardim secreto que muros cobertos de hera ocultavam.


Romance



Jane Austen foi uma importante romancista inglesa (1775-1815) cuja escrita marca a passagem do Neoclassicismo para o Romantismo. Entre os títulos mais conhecidos da autora estão Sensibilidade e Bom Senso, Orgulho e Preconceito e Persuasão.

Lily tem 25 anos. Acaba de se mudar para Boston, pronta para começar uma nova vida e encontrar finalmente a felicidade. No terraço de um edifício, onde se refugia para pensar, conhece o homem dos seus sonhos: Ryle. Um neurocirurgião. Bonito. Inteligente. Perfeito. Todas as peças começam a encaixar-se.Mas Ryle tem um segredo. Será que Isto Acaba Aqui?

Alice tem nove anos e vive num local isolado, idílico, entre o mar e os canaviais, onde as flores encantadas da mãe e as suas mensagens secretas a protegem dos monstros que vivem dentro do pai.Quando uma enorme tragédia muda a sua vida irrevogavelmente, Alice vai viver com a avó numa quinta de cultivo de flores que é também um refúgio para mulheres sozinhas ou destroçadas pela vida. Ali, Alice passa a usar a linguagem das flores para dizer o que é demasiado difícil transmitir por palavras.Podem ver a minha opinião sobre As Flores Perdidas de Alice Hart aqui.

Em Chocolate, Vianne é uma mãe solteira que chega à pequena aldeia, com a sua filha, e ali abre uma chocolataria. Os capítulos alternados, ora com a voz de Vianne, ora com a do padre Reynaud, criam uma grande tensão dramática. Este livro foi adaptado para cinema em 2000, com algumas diferenças...


Fantasia


O Hobbit é a história das aventuras de um grupo de anões que vão à procura de um tesouro guardado por um terrível dragão. Dispensa apresentações, certo?


Teatro & poesia

Romeu e Julieta, de William Shakespeare é uma peça de teatro ambientada numa Verona dilacerada por disputas e lutas sangrentas, e conta a história de dois trágicos amantes, Romeu Montéquio e Julieta Capuleto, descendentes de duas dinastias rivais e separados por uma vingança cruel.

E como hoje se celebra o dia mundial da poesia, não poderia deixar de referir um livro de poesia. Muito embora O Sol e as Suas Flores não tenha grande coisa a ver com a Primavera, o título inspira muito a esta estação do ano. E foi isso que me fez escolher referir este livro nesta lista de recomendações. Trata-se de uma colectânea de poesia sobre dor, autoabandono, honrar as raízes, amor e emancipação. Está dividido em cinco capítulos: murchar, cair, criar raízes, crescer, Florir.
Deixo-vos aqui um dos poemas, como celebração deste dia.


this is the recipe of life
said my mother
as she held me in her arms as i wept 
think of those flowers you plant
in the garden each year 
they will teach you
that people too
must wilt
fall
root
rise
in order to bloom








Quais são as vossas recomendações para esta categoria?
Já leram algum destes livros?
Partilhem as vossas leituras, usando a #desafiopbooks e juntem-se ao grupo do desafio.

Boas leituras!






 
*Este blog é um afiliado WookBook Depository e Amazon UK e ES. Ao comprarem através do meu link estão a contribuir com uma pequeníssima percentagem que poderá contribuir para o crescimento do mesmo*


Fontes: site da Relógio d'Água e Wook.

Comentários

  1. Tenho o Bel-Ami mas nunca o li! Isto Acaba Aqui parece interessante, vou adicioná-lo à minha to read list :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Bel-Ami também faz parte dos livros que nunca li :P Nem cheguei a ver o filme, mas tenho que mudar isso. Também ainda não li nada de Colleen Hoover mas quem gosta, gosta mesmo! Pelo que percebo, é daquelas autoras que adoras ou odeias. Espero sinceramente que te insiras nos que adoram :D Depois partilha a tua opinião :D

      Eliminar
  2. Nunca li nenhum (só aquelas histórias basicas da Alice mas nunca li o livro propriamente dito)

    Sonha mas Realiza

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que é estranho (o Alice). No meu ponto de vista, claro... Não será um livro para todos os gostos mas, por ser um clássico, vale a pena dar uma oportunidade. Em audiobook é muito curtinho e pode ser mais fácil de pegar do que na versão física ^^

      Eliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares