Dia Mundial do Livro - Considerações e Dicas de Leitura

Neste Dia Mundial do Livro achei importante partilhar algumas considerações gerais sobre questões que temos abordado no blog desde que iniciámos.

Infelizmente, em Portugal existem muito poucos leitores. Cada vez mais me apercebo que a esmagadora maioria das pessoas que me rodeiam têm um número muito limitado de livros em casa, ou não têm livros de todo. 
Contam-se pelos dedos de uma mão os jovens que se vêem a ler e a preferir ler nos transportes a ir agarrados aos telemóveis. Mesmo os adultos que vemos a ler são muito poucos e, normalmente, só se vêem a ler livros mais «elitistas». Neste sentido, noto que nos últimos tempos se produziram diversas mudanças na edição em Portugal e na escolha de livros que são editados - a maioria são autores portugueses, livros de saúde e bem-estar, clássicos e livros que não são dirigidos às «massas». Não são editados tantos livros YA, porque o público é mais adulto e também não existe um estímulo nem esforço por parte de pais e educadores e, consequentemente, de editores, para fazer com que os jovens leiam mais.
Perante este cenário, sendo leitora essencialmente de livros YA, tomei a decisão de começar a comprar livros em inglês, tal como já vos havia transmitido que iria fazer. Assim, além de ter os livros que me interessam (e mais depressa), tenho certeza de que terei trilogias completas... é sempre uma incógnita o que será ou não traduzido e editado em Portugal. Autores intemporais como Nicholas Sparks, Dorothy Koomson ou Jodi Picoult, que vendem muito, como é óbvio, continuam e provavelmente continuarão sempre a ser editados. 
Entretanto, tenho tido a felicidade de encontrar e conhecer alguns blogs, canais de youtube e páginas de Instagram de livros e perceber que ainda há esperança para umas quantas pessoas - maioritariamente meninas - entre os 20 e os 25 anos, que lêem e partilham as suas experiências de leitura. No entanto, o submundo que há uns anos existia para as tribos urbanas ligadas à música, parece hoje existir para os amantes de livros. Parece que andamos todos escondidos debaixo de pedras e nunca nos encontramos, apesar de sabermos da existência de um pequeno grupo de pessoas que partilham os mesmos gostos.
Tocando nesse tema, divulgo aqui que gostaria que existissem mais eventos e reuniões pouco secretas e pouco intimistas, em que as pessoas que gostam de livros (e têm blogs de livros, sejam eles conhecidos ou menos conhecidos) se pudessem conhecer e discutir assuntos - uma espécie de Dead Poets Society.
Postas estas considerações, acho que a evolução tecnológica é extremamente positiva mas está a estupudificar as pessoas, que parecem zombies a andar na rua. Gostava que evitassem o fácil e o passar tempo depressa e sem esforço cerebral e voltassem a agarrar nos livros...

Para quem tem preguiça em pensar sequer formas de começar a ler, pretende ler mais ou quer desintoxicar-se do candy crush e scroll down do Facebook/Instagram, deixo algumas dicas que podem ser úteis ;)


Algumas dicas para ler (mais):

1) Estabelecer rotinas de leitura. Durante 1/2 horas diárias, largar o telemóvel e pegar num livro. A altura ideal do dia poderá ser antes de dormir. Os equipamentos electrónicos estimulam o cérebro e os livros têm um efeito de certa forma «calmante», ideal para a preparação para o sono.

2) Ler num sítio sem distracções, ou longe delas. Deixem o telemóvel ou o comando da TV longe de vocês e não caiam na tentação de lhes pegar até terminar o tempo que agendaram para ler.

3) Ouvir audiobooks. Já aqui falámos dos seus benefícios. O objectivo é aproveitar para relaxar, ler nos transportes e no caminho transportes-escola/transportes-trabalho, deixando o telemóvel dentro da mala ou do bolso. Pôr o audiobook a tocar e continuar a mexer no telemóvel não vai resultar - quando derem por isso, percebem que não ouviram nada da história.

4) Estabelecer metas de leitura. Metas diárias, semanais ou anuais. Fazer uma lista de livros (TBR) que querem ler durante um período de tempo poderá ajudar a concretizar essas metas. Outra ferramenta que poderá ser útil é o Reading Challenge do Goodreads.

5) Evitar reading slumps. Nada fácil, confesso. Começar um livro imediatamente após terminar outro que se adorou, preferencialmente se for de um género diferente para não se poder comparar um com o outro, poderá ajudar.

6) Clubes de leitura ou buddy reading. Combinem ler um livro ao mesmo tempo que um amigo que gosta muito de ler, de um género que queiram experimentar ou que gostem.



Espero que estas dicas sejam úteis e que as possam aproveitar de alguma forma :)

Feliz Dia Mundial do Livro e boas leituras!

Comentários

  1. Venho por este meio informar que se vai ser formado o grupo Dead Poets Society de Portugal eu QUERO participar! Fico à espera do convite :D

    Beijinhos,

    Miss DeBlogger | missdeblogger.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah Podemos sempre pensar nisso :P Alguém tem que tomar a iniciativa ;)
      Beijinhos!

      Eliminar
  2. Ahahah eu também quero!!! Era mesmo brutal 😀

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares