Book Review - Thirteen Reasons Why

Título: Thirteen Reasons Why / Por Treze Razões (pt)
Autor: Jay Asher
Editora: Editorial Presença
Ano: 2017
Páginas: 231



Sinopse:

Não podes parar o futuro, nem voltar atrás ao passado. A única maneira de perceberes o mistério... é carregando no play. 


Clay Jensen não quer ter nada a ver com as cassetes gravadas por Hannah Baker. Hannah está morta. Os seus segredos foram enterrados com ela. Mas a voz de Hannah diz a Clay que o nome dele está gravado naquelas cassetes e que ele é, em parte, responsável pela sua morte. 

Clay ouve as gravações ao longo da noite. Ele segue as palavras gravadas de Hannah pela pequena cidade onde vive… e o que descobre muda a sua vida para sempre.

Spoiler Review:

Inicialmente pensei em não fazer esta review. Já tinha dado a conhecer a minha opinião no Goodreads e tinha-me decidido ficar por aí. Mas pensei melhor e achei que seria importante partilhar a minha opinião e todos os meus sentimentos.
É um livro que lida com depressão, suicídio e violação. Até aí, tudo bem, acho louvável que se escrevam livros deste género, que abordem temáticas complexas e delicadas como estas.
O que não está nada bem é esta espécie de hino ao suicídio. As treze razões que aqui vemos apresentadas são uma pior que a outra e, quando chegamos às duas razões finais, dá vontade de atirar o livro pela janela, tão ridículo que é.
Este livro pode efectivamente funcionar como uma ferramenta para que as crianças vejam o perigo de não partilhar as angustias que sentem, não pode nem deve ser lido por alguém que sofra de depressão e/ou tendências suicidas!
Todas as razões que são expostas neste livro traduzem somente a voz de uma pessoa que não se abre para dar a conhecer os seus problemas a ninguém e que, em vez de se culpar a ela própria pelos seus actos e escolhas, faz daquelas treze pessoas os culpados ideais.
Apesar de estarmos uma grande parte do livro a pensar que certamente irão existir razões muitíssimo mais válidas ou até que no fim se descobre que afinal a Hannah Baker está viva, acabamos por terminá-lo a pensar coisas menos bonitas.
Como pessoa que luta todos os dias contra a ansiedade e que já lidou com a depressão, achei que é um livro com muitos problemas e de maneira nenhuma o poderei recomendar.

Classificaçaõ no Goodreads: ✰✰

Comentários

Mensagens populares